Captar atenção do aluno: Confira algumas dicas!

Captar a atenção de um aluno é hoje um dos maiores desafios de um professor. Na era dos videogames e da Internet, a capacidade de concentração do aluno diminuiu drasticamente. Mas para o especialista norte-americano Tracey Tokuhama Espinosa existe uma fórmula muito eficaz, que é resumida da seguinte forma: “O aluno deve ser o protagonista das aulas e não o professor”.

Tokuhama falou no VIII Congresso de Educação “Neuromotivação, um caminho de verdadeira aprendizagem”, realizado na Universidad del Salvador, em Pilar, onde fez uma série de propostas para o professor é não fazer os alunos entediados e multiplicar a motivação aprendendo. Se esse objetivo for alcançado, o aluno deve estar envolvido, deve participar, forçando o professor a deixar de lado, e passar por cada fase do aprendizado mesmo que custe o seu papel como protagonista de exclusão. Ou seja, uma mudança de foco drástica.

Na maioria das escolas nos Estados Unidos e na América Latina, o professor entra na sala de aula, expõe suas ideias, as coloca no quadro, oferece alguns exercícios e espera que eles sejam resolvidos em cada fase do aprendizado.

Hoje, os meninos ficam entediados em cada fase do aprendizado porque não são o centro das atenções. O que acontece é que o foco está no professor e não no aluno, que realmente importa em cada etapa.

O problema reside no facto de ser ensinado na forma de uma cadeira e não aproveita a curiosidade dos jovens.

“Há uma necessidade de debates, diálogos, interação entre os alunos, como Sócrates ensinou uma vez. O bom é que o aluno cai no relato de sua própria ignorância e se esforça para superá-lo. Textos que nunca podem ser aplicados ao quotidiano. É essencial que o objetivo dos professores seja criar pensadores críticos, que possam resolver problemas da vida real e não apenas na sala de aula.

Competição difícil

Os alunos estão acostumados com os movimentos constantes de câmeras de televisão, agilidade, velocidade, não suportam um discurso monótono. Nenhum professor pode competir com a televisão ou um videogame para captar a atenção de um aluno devemos nos adaptar a ele em cada etapa.

O aluno é uma parte fundamental de cada fase do aprendizado, como um instrumento em uma orquestra. O professor deve fazer com que todos trabalhem em conjunto e devem se sentir feliz que no meio de um par de violinos um tambor aparece, que irão enriquecer e se tornar um grande trabalho.

Convencidos aconselha os professores a refletir, em seguida, ditar as suas classes, que se perguntam se eles têm feito bem, eles falharam, e procurar novas maneiras de alcançar os alunos para motivá-los, compreendê-los e evitar a rotina tediosa em cada etapa.

Classe circular

Outro aspecto que se destaca para conseguir uma melhor fase do aprendizado é o layout da sala de aula. Quando há filas de bancos, o professor determina a classe, controla e mantém a ordem, e os alunos apenas ouvem. No entanto, quando os assentos são distribuídos em um semicírculo ou círculo, o que é gerado é muito diferente. Desta forma, as crianças podem interagir umas com as outras, ver os rostos e as aulas se tornam mais dinâmicas e participativas.

Aquele que se atreve a ensinar deve estar sempre aberto ao aprendizado.

Leia Também

Por que ensinar a criança a “pensar fora da caixa”?

Descubra 9 segredos para gerenciar o seu tempo em sala de aula!

Gosta de leitura? Conheça 5 livros essenciais que todo educador deve possuir!

Descubra 5 segredos essenciais para melhorar a comunicação entre professor e aluno!